segunda-feira, 24 de outubro de 2016




Estudantes do Conjunto Maguari lançam livro com a história do bairro

17/06/2010 - 12:00 - Magazine
Um grupo de alunos, incentivados por um professor, resolveu pesquisar e escrever sobre os contornos históricos que resultaram na criação de seu bairro. Para isso, usaram uma metodologia imprescindível para a construção de uma narrativa mais próxima da real possível: o diálogo com os moradores mais antigos do lugar, que vivenciaram os momentos decisivos. Esta ideia integra um projeto apresentado pela Escola Estadual Maria Gabriela de Oliveira. Duas turmas, após diversas entrevistas, reuniram as informações em uma coletânea de artigos sobre a história do Conjunto Maguari, que será lançada amanhã, na própria escola.
O projeto, de responsabilidade do professor de história Ribamar de Oliveira, foi aprovado em 2009 por um edital da Secretaria Estadual de Educação em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará - Fapespa. Com a verba de R$ 10.800 para a execução do projeto, Ribamar e seus alunos puderam fazer uma intensa investigação, chegando a pessoas importantes no processo construtivo do conjunto Maguari, que segundo os entrevistados, é um bairro que surgiu da necessidade de suportar o expressivo número de funcionários públicos que se estabilizavam na capital paraense no início da década de 1980.
A partir das entrevistas feitas foi possível fazer um lineamento histórico que passa por questões importantes como a participação da mulher na comunidade e a importância da igreja católica na formação do conjunto. A ideia de envolver os alunos nesse projeto, segundo o professor Ribamar, é possibilitar aos estudantes uma nova forma de estudar, através da História oral. Os alunos também tiveram acesso à documentos antigos, entre atas, relatórios e fotografias. "Queremos não só estimular os alunos a produzir conhecimento, também contribuir para outro tipo de educação, além da história oficial", ressaltou professor Ribamar. Exemplares serão enviados para as quatro escolas que atendem o conjunto Maguari e para bibliotecas de Belém

Nenhum comentário:

Postar um comentário